Como prevenir a dermatite periestomal

Como prevenir a dermatite periestomal

Dermatite é o nome que se dá para descrever um padrão de inflamação da pele. O tipo mais comum de dermatite que afeta quem tem uma ostomia, chama-se dermatite periestomal – a inflamação da pele ao redor do estoma. 

As características da pele periestomal 

Uma pele ao redor do estoma (peristomal) saudável deve estar íntegra e sem irritações, erupções cutâneas (feridas) ou vermelhidão.

A dermatite periestomal

A pele periestomal  está exposta à possibilidade de desenvolver algumas complicações. Certamente na maioria dos casos essas complicações são  ocasionadas principalmente devido ao contato das eliminações (fezes ou urina) com aquela região da pele.

Atenção redobrada para quem faz uso da bolsa de ileostomia pois, nesse tipo de ostomia, as eliminações geradas contém muitas enzimas digestivas (substâncias químicas produzidas pelo nosso corpo, que servem para “quebrar” os alimentos e ajudar na digestão) e por isso são mais irritantes e agressivas para a pele periestomal.

Como reconhecer uma possível dermatite periestomal?

Primeiramente, é importante que a pessoa ostomizada consiga reconhecer e diferenciar o que é normal ou não em seu estoma e na pele em torno. Assim, é importante realizar uma avaliação rápida da bolsa, do estoma e do aspecto da pele, considerando as questões:

  • a espessura da pele se mantém como normalmente?
  • há alguma variação de cor, tanto do estoma quanto da pele periestoma?
  • a elasticidade da pele está mantida?
  • existem possíveis depressões ou relevos (que podem indicar irritação ou anormalidade)?

8 sinais de que a sua pele pode precisar de ajuda

A pele periestoma não deve ter aspecto diferente do restante do abdômen. Além disso, esteja atento quanto a vazamentos do sistema de bolsa, desconforto, ardências ou coceiras.

  1. Desconforto, coceira, dor ou mesmo dor ao redor do estoma;
  2. Vazamento recorrente sob o sistema de bolsa ou barreira da pele;
  3. Sangramento excessivo de seu estoma – é normal que o seu estoma sofra um leve sangramento depois de lavado, mas o sangramento deve se resolver rapidamente;
  4. Uma protuberância na pele ao redor do seu estoma;
  5. Uma erupção (ou ferida) ao redor do estoma de cor vermelha, ou vermelha e inchada – isso pode ser devido a uma infecção ou sensibilidade na pele, ou até mesmo vazamento;
  6. A cor da pele muda de rosa ou vermelho-claro, que é normal, para pálida/esbranquiçada, roxa, azulada ou preta;
  7. Verrugas  parecidas com espinhas ou bolhas sob a pele – esse tipo de irritação pode acontecer a qualquer momento, mesmo que você tenha usado o mesmo produto por meses ou anos;
  8. Qualquer tipo de ferida ou arranhão na pele peristomal.

As classificações de dermatite periestomal

Existem diversas classificações de dermatite e sua gravidade pode variar entre: leve, moderada e grave:

Dermatite irritativa ou de contato

É ocasionada através da  exposição dos fluidos intestinais (fezes ou urina) com a pele – devido aos vazamentos ou ao atrito durante a higienização ou troca da bolsa. É mais comum em ileostomizados, pois como já dissemos, os fluidos gerados são mais agressivos.

Dermatite alérgica

Desencadeada pelo contato da pele com a placa adesiva. Este tipo de dermatite é facilmente identificado, pois a inflamação na pele possui o formato do dispositivo utilizado.

Dermatite por trauma mecânico

Uma das dermatites mais frequentes, tem relação direta com  as formas de cuidado do ostomizado com a pele periestomal.

Como resultado, a inflamação pode ser resultante:

  • da remoção ríspida da bolsa coletora;
  • limpeza exagerada da pele periestoma ou
  • a troca frequência da bolsa coletora.

#Dica Osto+:  a frequência média para a troca das bolsas é de 3 a 4 dias. Mas como cada produto possui durabilidade diferente, atente-se a coloração da placa protetora  (resina sintética). Sua coloração normal é amarela. Troque o dispositivo quando ela estiver ficando quase completamente branca (chamamos de saturação). Afinal, a partir daí há risco de descolamento da placa e vazamento do conteúdo, causando inflamações na sua pele periestomal.

Dicas para trocar a bolsa

  1. Ao descolar a placa adesiva não a puxe; assim empurre gentilmente a pele na direção oposta à da placa com os dedos;
  2. Retire a placa de cima para baixo;
  3. Higienize o estoma com água e sabão, não sendo necessário o uso de soro fisiológico;
  4. Seque bem a região;
  5. Se for necessário, aparar pelos utilizando uma tesoura, a fim de evitar dano à pele – como a foliculite;
  6. Realize cortes e ajustes necessários na bolsa;
  7. Cole a nova placa de baixo para cima, assim, você tenha maior visualização.

Dermatite por infecção

Os tipos de infecção a mais comuns da pele periestomal é a foliculite:

Segundo a  SBD – Sociedade Brasileira de Dermatologia, a Foliculite é uma infecção de pele que se inicia nos folículos pilosos. Geralmente, é motivada por uma infecção bacteriana ou fúngica, mas também pode ser causada por vírus e, até mesmo, por uma inflamação de pelos encravados. A infecção se apresenta no formato de pequenas espinhas, de pontas brancas, em torno de um ou mais folículos pilosos. Como resultado, a maioria dos casos de foliculite é superficial, mas pode coçar e doer. Normalmente, a inflamação do pelo se cura sozinha, mas casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento médico, pois podem levar a perda permanente do pelo e cicatrizes.

A depilação inadequada pode causar foliculite na pele periestoma. 

Como prevenir a dermatite periestomal?

No momento em que os profissionais de saúde fazem a escolha do local que será realizado o estoma, os primeiros cuidados já são tomados. Assim, evita-se que a localização da bolsa esteja distante de estruturas ósseas que dificultem o manuseio e fixação da bolsa, por exemplo.

Mas, se serceber qualquer anormalidade, procure seu médico ou enfermeiro estomaterapeuta.

Em suma, vale ressaltar que o uso de uma bolsa adequada, que impeça vazamentos e não prejudique a integridade da pele, é de extrema importância para a prevenção dos problemas citados, além dos cuidados de higienização.

Infelizmente nem todos os problemas podem ser evitados, principalmente aqueles que decorrem de outras doenças, mas dedicar atenção aos cuidados básicos é importante para melhorar sua a qualidade de vida e prevenir as diversas dermatites.   

Informação segura e confiável deve ser divulgada!

Compartilhe com seus amigos! Basta clicar nos botões a seguir.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Imprimir
Email
Quem tem uma ostomia pode ter uma vida completa e feliz

Cadastre-se

receba gratuitamente informações atuais e relevantes para ajudar você a cuidar melhor da ostomia

Subscription Form_O+

2023 Ostomais® | Todos os Direitos Reservados