Você sabe o que faz uma associação e como ela pode ajudar se você tiver uma bolsa de colostomia, ileostomia ou urostomia? Quer entender como uma associação funciona ? É sobre isso que falaremos a seguir. Boa leitura!

Decreto Presidencial nº 5.296/2004 considera os ostomizados pessoas com deficiência. Por isso, esses indivíduos têm determinados direitos garantidos, como:

  • passe livre nos transportes públicos,
  • cotas em concursos e empresas da iniciativa privada,
  • além de atendimento prioritário.

Para ajudar você a assegurar esses direitos é que existem as associações de ostomizados, distribuídas em diversas cidades brasileiras. Afiliar-se a uma associação permite que você encontre informações, apoio emocional e a ajuda de outras pessoas que lutam pelos mesmos direitos que você.

Nesses locais, você pode compartilhar experiências. Encontrar apoio e informações para enfrentar o procedimento de ostomia (e o que vem depois). Encontrar mais qualidade de vida, ao lidar com os desafios proporcionados por essa nova condição.

O que é uma associação e quais as suas características?

Para entender como uma associação pode auxiliar na garantia dos seus direitos, é importante compreender o conceito de acordo com a lei.

Segundo o Código Civil Lei nº 10.406/02art. 53, uma associação é a união de pessoas em prol de um determinado objetivo, sem fins lucrativos.

Para que esse tipo de organização possa lutar pelos seus direitos é necessário respeitar certas atividades e características. Essas atividades e características são previstas para que uma associação seja reconhecida como tal. Por exemplo, a associação pode até realizar atividades a fim de obter lucros ou renda financeira. Mas é preciso que os valores arrecadados sejam utilizados no objetivo associativo, e nunca divididos entre os membros.

Por quais motivos as associações de ostomizados são tão importantes?

Infelizmente a ostomia é uma condição de saúde pouco reconhecida pelo governo, e pela sociedade de um modo geral.

Por não ser uma condição assim tão comum, ou até por falta de informação da população, os ostomizados enfrentam uma série de dificuldades e preconceitos, e muitos dos seus direitos são negados. Aliás, a falta de informação é por si só um problema, até mesmo para quem trabalha na área da saúde.

Portanto, a criação de associações pode ser uma importante ajuda no esforço de garantir os direitos dos ostomizados, seja exigindo o acesso a bolsas de coleta ou banheiros adaptados, seja promovendo informação para a população sobre o tema da ostomia.

Quais benefícios traz uma associação de ostomizados?

Seu principal objetivo é a garantia de seus direitos, além do apoio nas principais questões relativas à qualidade de vida, depois da cirurgia. Além disso, essa associação também busca exigir melhores políticas públicas, visando a um melhor tratamento das pessoas, antes, durante e após o procedimento.

Então, entre as vantagens de instituições desse tipo, podemos citar as principais:

  • Defesa e assistência aos filiados da associação.
  • Representação dos ostomizados, independente da faixa-etária ou gênero.
  • Promover a educação a respeito do tema aumentando a qualidade de vida dos associados.
  • Incentivar medidas da iniciativa privada.
  • Cobrar dos órgãos públicos melhorias a condição dos ostomizados.

Conclusão: quanto mais associações são criadas nos estados e municípios, melhor será a qualidade de vida de quem passou por uma ostomia.

Além disso, nas localidades onde essas instituições atuam, a população pode ser melhor informada a respeito do tema.

Agora que você conhece as funções de uma associação e deseja contatar alguma próxima de você, pode consultar as associações nacionais de estomias. Certamente você encontrará alguma para lhe ajudar!

Lista de associações nacionais de estomias

Manaus – AM

Associação dos Ostomizados do Amazonas – ASSOAM

Fundação: 13/02/1997
Endereço: PAM Codajás – Av. Codajás, n.º 26
Sala do Serviço Social – Cachoeirinha
CEP: 69065-130
Tel: (92) 3612-4463
E-mail: mauropcoelho@hotmail.com

Belém – PA

Associação dos Ostomizados do Pará – AOPA

Fundação: 30/03/1991
Endereço: Av. Presidente Vargas, n.º 513 – 4ºandar – SL.09
Caixa Postal 318 – CEP:66.017.970 – Comércio
Fone: (091) 3242-0156
e-mail: aopa10@ig.com.br

Porto Velho – RO

Associação Rondoniense de Ostomizados – AROS

Fundação: 2006
Endereço: Estrada de Santo Antonio, nº 520 – Bairro Triângulo
Porto Velho – RO
Cep: 78916-610
E-mail: walterbariani@gmail.com

Maceió – AL

Associação dos Ostomizados de Alagoas – ASSOAL

Fundação: 13/05/1993
Endereço: Rua Dr. Marinho de Gusmão, n.º 65 – Sala 02 – Centro
CEP 57020-650
Fone (82) 3338-9364
E-mail: assoal@ig.com.br

Forteleza – CE

Associação dos Ostomizados do Estado do Ceará – AOECE

Fundação: 17/09/1975
Centro Comunitário Presidente Medici
Endereço: Av. Borges de Melo, n.º 910 – Bairro Fátima
CEP: 60415-510
Tel: (85) 3272-3007
e-mail: aoece@ig.com.br

São Luis – MA

Associação dos Ostomizados do Maranhão – AOMA

Fundação: 23/11/1983
Hospital Presidente Dutra
Endereço: Rua João Luiz, s/nº – PAM DIAMANTE
CEP: 65020-320
Tel: (98) 231-0414
E-mail: aoma2004aoma@yahoo.com.br

João Pessoa – PB

Associação dos Ostomizados do Estado da Paraíba – AOEPB

Fundação: 15/06/1989
Hospital Universitário Lauro Wanderley
Endereço: Campus Universitário, s/nº
CEP: 58059-600
Tel.: (83) 3216-7056

Recife – PE

Associação dos Ostomizados do Estado de Pernambuco – AOSPE

Fundação: 16/08/1984
Hospital Barão de Lucena
Endereço: Av. Caxangá, n.º 380 – Iputinga
CEP: 50731-330
Tel.: (81) 3184-6445 | (81) 3437-2610 | (81) 8810-0426

Natal – RN

Associação dos Ostomizados do Rio Grande do Norte – AORN

Fundação: 01/03/1991
Endereço: Rua Professor Zuza, 263 – 3º andar – Salas 306/307
Cidade Alta
CEP.: 59025-160
Tel.: (84) 231-1971
E-mail: aorn@bol.com.br e aorn@clik21.com.br

Teresina – PI

Associação dos Ostomizados do Estado do Piauí – AOSEPI

Fundação: 14/03/1990
Endereço: Rua Capitão Rocha Andrades, n.º 806 – São João
CEP: 64046-670
Tel: (86) 3232-4004
E-mail: aosepi@ig.com.br

Brasília – DF

Associação dos Ostomizados de Brasília – AOSB

Fundação: 05/06/1992
Endereço: SAAN, Quadra 03, bloco “A”, Edifício Satélite, n.º 79, lote 690, sala 304
Asa Norte – Brasília -DF
CEP: 70632-300
Tels: (61) 8519-0717 (0i) / (61) 8110-3443 (Tim)
E-mail: ostomizadosdebrasilia@gmail.com

Goiânia – GO

Associação dos Ostomizados de Goiás – AOG

Fundação: 27/04/1979
Endereço: Rua 56, nº 251 – Jardim Goiás
Goiânia – GO
CEP: 74810-240
Tel: (62) 3281-6534
E-mail: aogbrasil@terra.com.br

Campo Grande – MS

Associação dos Ostomizados do Mato Grosso do Sul – AOMS

Fundação: 04/08/1993
Endereço: Rua João Pessoa 315 – Bairro São Francisco
CEP: 79.002.300
Tel: (67) 3356-5830
E-mail: ostomizadosms@hotmail.com

Cuiabá – MT

Associação Mato-grossense de Ostomizados

Fundação; 14/04/1999
Endereço: Rua Anhanguera, n.º 35 – Santa Helena
CEP: 78045-010
Tel: (65) 621-3116
E-mail: amostomia@ibest.com.br

Vitória – ES

Associação dos Ostomizados do Espírito Santo – AOES

Fundação: 01/12/1989
Endereço: Edifício Ruralbank – Av. Jerônimo Monteiro, n.º 240, s/1.602 – Centro
CEP: 29010–900
Telefax: (27) 3223-2129
E-mail: aoesvix@click21.com.br

Cachoeiro de Itapemirim – ES

Associação dos Ostomizados de Cachoeiro de Itapemirim

Endereço: Rua Lauro Lima, n.º 02 – Amaral
Cachoeiro de Itapemirim – ES
CEP: 29305-120

Belo Horizonte – MG

Associação Mineira dos Ostomizados – AMOS

Fundação: 27/11/1981
Endereço: Av. Afonso Pena, n.º 262 – 17º andar – sala 1709 – Centro
CEP: 30130-001
Tel: (31) 3212-2276
e-mail: amos.net@ig.com.br

Uberlândia – MG

Associação dos Ostomizados de Uberlândia

Endereço: Rua Afonso Pena, n.º 119
CEP: 38400-985
E-mail: assostudi@hotmail.com

Juiz de Fora – MG

Associação dos Ostomizados de Juiz de Fora

Endereço: Rua Marechal Deodoro, n.º 496 – Sala 701– Centro
CEP: 36013-001

Rio de Janeiro – RJ

Associação dos Ostomizados do Rio de Janeiro – AORJ

Fundação: 22/05/1985
Endereço: Av. Presidente Vargas, 633 – 22º andar – Sala 2210 – Centro
CEP: 20071-905
Tel/Fax: (21) 2262-2003
E-mail: aorj.ostomia@bol.com.br

Niterói – RJ

Núcleo de Ostomizados de Niterói – NON

Hospital Orêncio de Freitas
Endereço: Av. Machado, s/nº – Barreto
CEP: 24111-000
Tel: (21) 2720-7080

São Gonçalo – RJ

Núcleo de Ostomizados de São Gonçalo – NOG

Fundação: Setembro de 2013
Endereço: Av. Presidente Kennedy, 207 – Centro – São Gonçalo – RJ
CEP: 24445-000
Tel: (21) 2605-8086
E-mail: estomizadossg@mail.com

Maricá – RJ

Associação dos Ostomizados de Maricá e Região – AOMAR

Fundação: 16/11/2007
Endereço: Rua Domício da Gama, 391 – Centro, Prédio da Fundação Leão XIII.
CEP: 24900-000
E-mail: aomar@ostomizados.com

Vassouras – RJ

Associação dos Ostomizados do Centro-Sul Fluminense

Endereço: Av. Otávio Gomes, n.º 48 – Centro
CEP: 27700-000

Campos dos Goytacazes – RJ

Núcleo de Ostomizados de Campos

Centro de Saúde de Campos Endereço: Rua Gil de Góis, n.º 108 – Centro
CEP: 28003-000

Nova Friburgo – RJ

Associação dos Ostomizados do Centro – Norte Fluminense – AOCNF

Endereço: Rua Mathilde Carpenter Meyer, 02/A – antiga Vila Mariana
Paissandu – Centro
CEP: 28635-100
E-mail: aocnf@oi.com.br

Petrópolis – RJ

Associação dos Ostomizados de Petrópolis

Endereço: Rua Dr. Porciúncula, n.º 68 – sala 111 – Centro
CEP: 25610-110

Volta Redonda – RJ

Associação dos Ostomizados de Volta Redonda

Endereço:Rua 40, n.º 13 – Vila Sta. Cecília
CEP: 27260-200

São Paulo – SP

Associação dos Ostomizados do Município de São Paulo e Região – AOMSP

Fundação: 25/03/97
Endereço: Av. Almirante Delamare, n.º 1534 / Térreo – Heliópolis (Atendimento)
CEP: 04235-100
e-mail : aomsp1997@yahoo.com.br

Catanduva – SP

Associação dos Ostomizados de Catanduva e Região

Fundação: 10/01/95
Endereço: Rua Amazonas, n.º 801 – Centro (Atendimento)
CEP: 15800-050
Tel: (11) 3531-4300

Sorocaba – SP

Associação dos Ostomizados de Sorocaba e Região

Endereço: Rua Cônego Januário Barbosa, 403 – Centro
(Próximo do ambulatório do Hospital Regional e da Rodoviária)
CEP: 18030-075
Funcionamento: Aberto diariamente de 2ª a 6ª feira, de 8h30 as 12 horas, com reuniões todo segundo sábado de cada mês, de 9 as 11 horas.
Tel: (15) 3202-4517 ou Cel (15) 9782-4213
e-mail: ostomizadosororeg@gmail.com

Campinas – SP

Associação dos Ostomizados de Campinas e Região – OSTOCAMPRE

Tel. (19) 9702-4358
Tel. (19) 9731-1656
e-mail: ostocampre@gmail.com

Taubaté – SP

Associação Valeparaibana de Ostomizados – AVP

Endereço: Rua Coronel Jordão, 275, Sala 1 – Centro
CEP: 12010-060
Tels: (12) 3424-3251, 3631-1995 e Cel (12) 9747-1171 (Mario Romero)
Atendimento: Terça e quinta-feira, das 9 às 17 horas
e-mail: ostomizadosvaleparaiba@hotmail.com

Araçatuba – SP

Associação Assistencial da Região de Araçatuba/SP – AORA

Endereço da sede: Rua Marconi, 394 – Higienópolis
Araçatuba – SP
CEP: 16010-645
Tel: (18) 3622-1751 site: www.aora.org.br
e-mail: aora@aora.org.br

Birigui – SP

Associação Assistencial da Região de Araçatuba/SP – AORA Sub-sede Birigui

Endereço da sub-sede Birigui: Rua Fausto Bini, 500 Colinas II
Birigui – SP
CEP: 16207-087
Tel: (18) 3644-7252
site: www.aora.org.br
e-mail: aora@aora.org.br

Osasco – SP

Associação dos Ostomizados de Osasco e Região – AOOR

Endereço: Rua Maria Luiza Pereira, 16 – Presidente Altino
CEP: 06216-210
Tel: (11) 3696-5326
site: www.aoornews.blogspot.com

Marília – SP

Associação dos Ostomizados de Marília e Região – AOMAR Marília

Endereço: Rua Joaquim de Abreu Sampaio Vidal, 417 – Bairro Alto Cafezal
CEP: 17506-130
Tel: (14) 3316 -9398 e (14) 3316-9368 – Fax
Atendimento: Segunda à Sexta-feira, das 8 às 12 horas
e-mail: aomar-mariliasp@hotmail.com

Florianópolis – SC

Associação Catarinense da Pessoa Ostomizada – ACO

Fundação: 21/09/1984
Endereço: Rua dos Ilhéus, nº 46 – sala 906 – Ed. Adolfo Ziguelli
CEP: 88010-560
Tel / Fax: (48) 3223-7316
e-mail: acostomizados@yahoo.com.br

Joinvile – SC

Associação Joinvilense dos Ostomizados – AJO

Endereço: Rua Helmulth Fallgatter, nº 321 – Boa Vista
CEP: 89206-100
Tel: (47) 8407-1515
e-mail: asso.ostomizados.jlle@hotmail.com
Contato: Sr. Nestel dos Santos

Pouso Alegre – MG

Associação dos Ostomizados de Pouso Alegre – AOSPA

Fundação: 09/05/2006
Endereço: Rua Áureo Pereira Silva, 75 – Bairro Colinas de Santa Barbara
CEP: 37.550-000
Tel / Fax: (35) 3472-l373 e (35) 9982-1422
e-mail: assoc.ostomizados@gmail.com

Porto Alegre – RS

Associação Gaúcha de Ostomizados – AGO

Data de Fundação: 13.03.1986
Endereço: Rua dos Andradas, n.º 1560 – 6º andar – sala 600 – Centro
CEP: 90020-007
Tel.: (51) 3211-0811
E-mail: ostomia-ago@cpovo.net
Site: www.ago.org.br

Curitiba – PR

Associação Paranaense de Ostomizados – APO

Fundação: 20/01/1989
Endereço: Av. Marechal Floriano, 50 – 4º andar – sala 401 – Centro
CEP: 80020-090
Telefax: (41) 3079-5933

Porto Alegre – RS

Federação Gaúcha de Estomizados – FEGEST

Endereço: Rua dos Andradas,1560 – 21º andar – Sala 2123 – Galeria Malcon – Centro
Cep 90020-007
Telefax: (51) 3012.9595
E-mail: fegest@cpovo.net
Site: www.fegest.org
Atendimento: diário das 09h:00 às 13h:00 de segunda a sexta-feira

Fonte: GAMEDII

Leia mais

Pessoas com uma estomia precisam ter um cuidado especial com o que ingerem. Todo este cuidado tem um único motivo: evitar os gases. Essa é uma situação muito incômoda, apesar de, na maioria dos casos, ser resolvida de forma muito simples.

A incidência de gases é diferente para cada tipo de ostomia. Acontece com alguma frequência nos portadores de colostomias e, mais raramente, nas pessoas com ileostomias. Não é esperado que uma urostomia produza gás. Neste artigo vamos explicar sucintamente porque a bolsa infla e apresentar algumas dicas sobre como lidar com situações como essa.

Como acontece a bolsa inflada?

O problema acontece porque a formação de gás é um fenômeno normal no caminho que as fezes percorrem ao longo dos intestinos, principalmente no intestino grosso. Ou seja, a bolsa infla porque o gás normalmente formado usa a via da ostomia (que serve justamente para isso) para sair!

São diversas as situações associadas com a bolsa que infla: alguns ostomizados criticam a qualidade da bolsa, outros dizem que acontece quando ingerem bebidas com gás. Até mesmo a demora na troca pode ser uma das causas. Ou seja, independente do motivo, o importante é ter o controle da situação. É procurar não se afetar com a situação, seguir normalmente e sempre ter um plano “B”.

Que complicações a bolsa inflada pode causar? A resposta é simples: em geral, nehuma complicação. Usando a bolsa corretamente, com alimentação adequada, os gases não geram complicações para a saúde.

Normalmente a maior dificuldade é no início. Ou seja, até que a alimentação seja adequada completamente, podem ocorrer imprevistos que trazem alguns constrangimentos para o ostomizado. Porém prevenir a formação e acúmulo dos gases é mais simples do que se pensa!

Como evitar os gases

Se os gases forem um desconforto para você, aqui vão algumas dicas para evitá-los:

  • Atente-se à validade da bolsa e demais equipamentos;
  • A bolsa e a barreira precisam aderir bem ao estoma;
  • Além disso, certifique-se de que o filtro está funcionando de forma adequada;
  • Evite alimentos formadores de gases, por exemplo: ovos, arroz integral, leguminosas (feijão, ervilha, lentilha). Outros exemplos são repolho, brócolis, alimentos ricos em frutose (cebola, pêra, alcachofra) ou amido (batata e macarrão);
  • Evite também bebidas com gás (por exemplo: refrigerantes, água com gás, cerveja, etc.);
  • Use uma calça mais justa ao corpo, no início. Também pode ajudar uma camiseta mais pegada ao corpo. Isso porque a roupa pode contribuir para a sua confiança;
  • Alguns chás auxiliam na redução dos gases. Por exemplo, os mais conhecidos são o de erva-doce e o de hortelã – mas existem outros chás que podem ajudar. O site Tua Saúde preparou uma lista de chás para evitar gases intestinais.
  • Vale lembrar que a ingestão de líquidos como um todo é muito importante para todo ostomizado.

Lidando com a bolsa inflada de forma natural

Como lidar com os gases de forma natural?  Em alguns momentos, a situação da bolsa inflada será inevitável. Ou seja, a melhor forma de lidar com isso será com bom humor.

Se possível, tente converter essa situação, inusitada ou embaraçosa, numa oportunidade. Por exemplo, aproveite para explicar para uma nova pessoa sobre a ostomia. Lembre-se: a informação é a melhor ferramenta contra o preconceito.

Leia mais

Muitas pessoas do mundo ostomizado acreditam que, após a ostomia, não poderão praticar atividade física, por causa de riscos relacionados à sua nova condição de saúde. O medo se justifica – porém apenas em parte.

Assim como acontece com outros indivíduos, as pessoas com ostomias também devem realizar a prática de exercícios físicos. Estar em constante movimento possui uma enorme função na reabilitação pós-operatória, assim como no aumento da qualidade de vida do ostomizado.

Se você é ostomizado ou irá passar pelo procedimento, não se preocupe. Nós iremos esclarecer agora os pontos mais relevantes sobre o assunto ostomia e esporte.

Ostomia e esporte: o que todo ostomizado deve saber sobre a prática da atividade física?

Segundo o estudo Starting to Exercise (“Começando a se exercitar”- numa tradução livre do inglês), da prestigiosa Faculdade de Medicina de Harvard , a prática diária de exercícios físicos, ainda que por intervalos curtos, como por exemplo 30 minutos, traz benefícios para a saúde em geral e pode até aumentar a sobrevida das pessoas. O ideal, ainda segundo o estudo, é combinar exercícios de força com alongamentos e atividades aeróbicas, com intensidade moderada. E então, como começar?

A primeira coisa que você deve fazer antes de iniciar qualquer tipo de atividade física é falar com seu médico. Isso porque só ele saberá seu estado clínico, se você já pode ou não se exercitar e quais esportes estão liberados. Em média, são necessários três meses de recuperação para a liberação completa, mas cada caso é específico.

Esportes de contato, como futebol, basquete e algumas artes marciais, geralmente são proibidos. Isso acontece por causa do pelo risco de golpes ou pancadas na área do estoma, que podem gerar lesões graves.

Caminhadas, corridas, natação, ciclismo e yoga são algumas opções de atividade física para ostomizados. Até mesmo exercícios leves, como alongamentos, já são um ótimo começo. Ou seja: importante é a pessoa estar em movimento e feliz com o que está fazendo!

E não faça atividade física só quando estiver em casa: praticar atividade física durante as viagens é muito importante para o ostomizado. Afinal, não há forma melhor de conhecer um novo lugar, se não caminhando, não é mesmo? E o que importa se você é ostomizado ou não?

Primeiramente, a prática da musculação deverá ser avaliada pelo médico e, caso autorizada, terá que ser acompanhada por um profissional de educação física. Por exemplo, após a cirurgia, as chances de o ostomizado contrair uma hérnia ou prolapso aumentam. Por esse motivo, a intensidade dos exercícios deve ser leve ou moderada e sempre com acompanhamento profissional próximo.

Benefícios da atividade física para o ostomizado

Como já foi mencionado no início do texto, exercícios físicos trazem benefícios para todas as pessoas. Para o ostomizado, as vantagens podem ser até um pouquinho maiores. Confira:

  • Controle do peso do ostomizado;
  • Aprimoramento da circulação sanguínea;
  • Melhoria da eficiência cardíaca e diminuição do risco de doenças cardiovasculares;
  • Fortalecimento dos ossos;
  • Revigoramento do sistema imunológico.

Além dos fatores físicos, a prática de exercícios também traz importantes benefícios psicológicos para pessoas ostomizadas! Isso ocorre porque a prática de esportes aumenta a liberação de endorfina no cérebro. Essa substância química de incrível poder analgésico, melhora nosso humor, a autoestima, reduz o estresse e a sensação de dor. Tudo isso resulta num pós-operatório muito mais tranquilo!

Tem um filho ostomizado? Não deixe de introduzi-lo na rotina de atividades físicas em grupo. A interação e a participação entre amigos e familiares é muito importante para o desenvolvimento dele.

E agora? Quais são os próximos passos para retomar ou começar a atividade física?

Agora que você já tem bons motivos para voltar a se exercitar após a sua ostomia, vamos dar algumas dicas para que seu processo seja ainda mais prazeroso.

  1. Não tenha pressa! Seu corpo precisa de um tempo para se readaptar. Então comece com atividades leves e aumente a intensidade aos poucos; como dissemos, pode levar até três meses para a recuperação completa. Ou seja, respeite os limites do seu corpo e não ignore as dores! Trabalhe com paciência e converse com seu médico. Você irá recuperar sua forma;
  2. Pergunte quais exercícios físicos você (ou seu filho ostomizado) está liberado para praticar, de acordo com seu quadro clínico, e escolha aqueles que mais te dão prazer. Os benefícios virão com o tempo;
  3. Faça atividades em grupo! A prática de esportes sempre é mais divertida com amigos e familiares. Lembre-se de trabalhar para aumentar a liberação da endorfina;
  4. Procure um educador físico. Ele poderá ajudar com dicas sobre a atividade física escolhida, como por exemplo: adaptar alguns movimentos, ensinar alongamentos, entre outras coisas.
  5. Ostomizados tem um nível de desidratação maior que o de outras pessoas, então tome cuidado! É de extrema importância que você se exercite sempre com uma garrafa de água do lado. A Ingestão de líquidos adequada é muito importante para o ostomizado.

E ao final de tudo, tome um banho revigorante. Nessa nova fase da sua vida, como ostomizado, reaprenda a aproveitar momentos como um bom banho após a atividade física em sua nova condição de ostomizado.

Conclusão:

Se você já passou por um procedimento de ostomia ou irá realizar a cirurgia em breve, não se preocupe. Mostramos aqui a importância da atividade física para ostomizados. Existem caminhos para que a sua vida continue tendo incríveis benefícios com a prática de esportes.

Tenha em mente a importância de manter sempre o contato com seu médico e com um educador físico, pois eles poderão indicar e criar rotinas de atividades adequadas para o seu estado clínico.

Então, escolha um esporte que te faça feliz, pratique com colegas e familiares, e sua saúde irá ficar melhor do que nunca!

Leia mais