Álcool e diabetes tipo 1: como aproveitar uma noite sem preocupações

Antes de mais nada, é importante você saber: consumir álcool pode ser complicado para qualquer pessoa, mesmo as que não têm qualquer doença, como o diabetes tipo 1. 

Há poucos anos, pesquisadores da Universidade de Washington estudaram os efeitos da ingestão de álcool em mais de 100 mil pessoas, de 195 países diferentes e chegaram à conclusão de que não há níveis seguros para o uso do álcool entre seres humanos. 

A curto prazo, o álcool pode causar ganho de peso devido ao alto teor calórico e, a longo prazo, pode aumentar o risco de pressão alta e doenças cardíacas, bem como vários tipos de câncer. 

Assim, todas as pessoas devem estar conscientes sobre os riscos envolvidos com a ingestão de álcool, de modo que façam a opção mais consciente, quando tiverem de decidir se vão ou não beber. 

Agora, se você tem DM1 há algum tempo, ou mesmo se foi recém-diagnosticado , é preciso ficar atento desde a noite até a manhã seguinte.

Para ajudar você nestes momentos, selecionamos os cuidados essenciais para consumir bebidas alcoólicas moderadamente e evitar a indesejada ressaca, além de outras complicações. Vamos conferir?

Beber causa risco de hipoglicemia?

Quer cause uma ressaca ou não, ingerir álcool em excesso pode aumentar o risco de hipoglicemia. Para ilustrar, quando você ingere bebida alcoólica, seu fígado reduz as outras atividades relacionadas ao metabolismo, para “priorizar” a eliminação do álcool do corpo. 

Desse modo, quando você bebe muito, algumas funções podem ficar prejudicadas, como por exemplo, liberar a glicose armazenada quando os níveis de glicose no sangue caem. 

Pessoas com diabetes podem beber?

Entretanto, isso não significa que as pessoas com diabetes tipo 1 não podem beber. Mas existem alguns cuidados especiais para quem tem diabetes tipo 1, quando o assunto é ingerir bebidas alcóolicas. 

Confira alguns cuidados essenciais:

  • É melhor evitar beber grandes quantidades de álcool em curtos intervalos de tempo. Isso não significa que você não pode se divertir, mas tente controlar o ritmo e a quantidade de bebidas alcoólicas que você ingere;
  • Certifique-se de ingerir carboidratos antes de beber. Por exemplo, antes de sair de casa, procure fazer uma refeição, e quando sair pense em algum tipo de alimento (exemplo, aperitivos) para acompanhar as bebidas;
  • É recomendável que você não inclua o teor de carboidratos do álcool em seus cálculos de contagem de carboidratos.
  • Teste seus níveis de glicose no sangue antes de ir para a cama, se o seu nível for abaixo do normal, coma um lanche;
  • Se você teve problemas com níveis baixos de glicose no sangue durante a noite, talvez queira ajustar a dose noturna de insulina (converse com seu médico sobre situações assim), especialmente se estiver planejando uma noite ativa (como dançar) ou se tiver um dia ativo. 
  • É possível que seus níveis de glicose no sangue subam muito após ingerir bebida alcoólica que contenha carboidratos, especialmente se você tiver misturado com refrigerante, licores adoçados ou cerveja.
  • Uma dica é misturar a bebida alcoólica com refrigerante diet e evitar os licores açucarados.

Saiba como evitar a ressaca

Com certeza, a ressaca não é divertida para ninguém, mas quando você tem diabetes tipo 1, uma simples ressaca pode tornar-se perigosa. 

Por exemplo, atrasar ou perder o horário da sua dose de insulina matinal pode resultar em níveis muito altos de glicose no sangue. 

Conheça algumas etapas importantes a serem praticadas antes e durante uma ressaca:

  • Se você sabe que vai beber, certifique-se de definir o despertador para acordá-lo próximo do seu horário normal de acordar. Afinal, você não quer estar dormindo no horário de uma refeição ou dosagem de insulina.
  • Se você sentir vontade quando o alarme tocar, ingira algum alimento. Caso contrário, pode tomar a sua dose normal (ou ajustada) da sua insulina de ação intermediária ou prolongada.
  • Antes de voltar para a cama, lembre de definir outro alarme para acordá-lo novamente em duas horas, para que você possa verificar se o nível de glicose no sangue não está muito baixo.
  • Na maioria dos casos um alarme será suficiente, mas se você ainda sentir-se atordoado após o segundo, certifique-se de definir outro.

Recomendações básicas de consumo de álcool

  • Evite beber mais do que duas doses de bebidas alcoólicas no período de um dia. 
  • Beba álcool apenas se estiver ingerindo alguma comida.
  • Beba devagar e moderadamente.
  • Evite bebidas açucaradas como licores e vinhos doces.
  • Misture a bebida alcoólica com água, suco ou refrigerante diet.
  • Quando sair à noite, use uma identificação de pessoas com diabetes.

Planeje sua noite com antecedência

Para quem tem diabetes tipo 1, aproveitar uma noite com os amigos não precisa ser motivo de preocupação. Para isso, basta planejar-se com antecedência. 

Você pode conversar com seu médico sobre como sua rotina pode ser modificada para aproveitar uma noite com amigos e mesmo ingerir álcool com moderação.

Além disso, você também pode conversar antecipadamente com seus amigos sobre como eles podem apoiá-lo para uma noite melhor e mais segura. 

Com certeza, com alguma preparação, você poderá aproveitar todos os momentos com seus amigos sem preocupações.

Informação segura e confiável deve ser divulgada!

Compartilhe com seus amigos! Basta clicar nos botões a seguir.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Imprimir
Email
Quem tem uma ostomia pode ter uma vida completa e feliz

Cadastre-se

receba gratuitamente informações atuais e relevantes para ajudar você a conhecer o Diabetes Tipo1 e conquistar mais qualidade de vida

Subscription Form_T1

2023 Tipo1® | Todos os Direitos Reservados